Uma razão para tudo


Morto de fome, Nasrudin entrou num café e começou a comer com as duas mãos.

Um vizinho, passando por ali, ao vê-lo, perguntou:

"Porque comer com as duas mãos Mullá?"

"Porque não tenho três."


Postagens mais visitadas deste blog

O Cavalo Mágico

O ELEMENTO INESPERADO

O Mestre da Opção