A Jóia Preciosa

Num  longínquo reino de perfeição, um rei poderoso e justo tinha uma esposa e duas crianças maravilhosas, um filho e uma filha. E todos viviam em grande felicidade.


Um dia a pai chamaou os filhos para junto de si e lhes disse:


"Chegou para vocês, como chega para todos, o momento em que deverão partir em direção a um  outro mundo, a uma distância infinita. Lá vocês irão procurar uma jóia preciosa, e assim que a encontrarem voltarão, trazendo-a com vocês."


Cercados de grande segredo, os viajantes foram levados a uma nova e estranha terra, onde quase todos os habitantes viviam na obscuridade e na noite de seu sono.


O choque foi tão grande que o irmão e a irmã se separaram, perderam progressivamente o contato entre eles, e logo esqueceram tudo sobre sua origem.


Como os demais habitantes daquele país, eles iam de um lado para outro, dormindo profundamente.


De tempos em tempos, sonolentos, viam sombras, miragens distantes do país de onde tinham vindo, ou então sonhavam com uma jóia.


Mas na condição em que se encontravam eram incapazes de lembrar-se da realidade, e pouco a pouco foram tomando os sonhos por ilusões.


Quando o rei tomou conhecimento disso, considerou a difícil situação em que seus filhos se encontravam e decidiu mandar um servidor de confiança para ajudá-los. Este era um sábio e levou-lhes uma mensagem:


"Lembrem-se da missão de vocês. Acordem do sono em que submergiram e fiquem unidos."


Logo que ouviram a mensagem as duas crianças acordaram e, graças a ajuda do guia enviado para libertá-los, eles puderam vencer os grandes perigos que ainda as separavam da jóia preciosa. Quando a encontraram, o príncipe e a princesa voltaram para o país da luz e lá foram mais felizes do que antes.


Histórias da Tradição Sufi, Edições Dervish 

Postagens mais visitadas deste blog

O Cavalo Mágico

O ELEMENTO INESPERADO

O Mestre da Opção