Casa de hóspedes





O ser humano é uma casa de hóspedes.
Toda manhã é uma nova chegada.  
A alegria, a depressão, a falta de sentido...
Vem como visitantes inesperados.

Receba a todos, mesmo que seja uma multidão de dores, que violentamente varrem sua casa e retire os seus móveis.

Ainda assim trate seus hospedes com respeito.
Eles podem estar te limpando para um novo prazer.

O pensamento escuro, a vergonha, a malícia...
Encontre-os na porta com alegria.

Agradeça a quem vem...
Porque cada um foi enviado
Como um guardião do além. 

Rumi (sec XII)



Postagens mais visitadas deste blog

O Cavalo Mágico

O ELEMENTO INESPERADO

O Mestre da Opção