terça-feira, 12 de outubro de 2010

SE AO MENOS...



Nasrudin caminhava ao lado de um discípulo quando viu, pela primeira vez na vida, uma linda paisagem refletida em um lago.
“Que maravilha! Mas, se ao menos...”
“Se ao menos o que Mullá?” perguntou o discípulo.
“Se ao menos não tivessem colocado água no lago”.

Histórias de Nasrudin (Ed. Dervish)

O HOMEM CUJA HISTÓRIA ERA INESPLICÁVEL

Era uma vez um homem chamado Mojud. Ele vivia numa cidade onde havia conseguido um emprego como pequeno funcionário público, e tudo levava...