O PERIGO NÃO TEM FAVORITOS

Uma senhora levou seu filho pequeno a escola do Mullá Nasrudin.

"Ele é muito, muitíssimo mal educado, gostaria que o senhor desse um suste no garoto", explicou-lhe a senhora.

O Mullá assumiu uma postura ameaçadora, com um olhar flamejante e um rosto assustador. Deu vários pulos para cima, para baixo e, repentinamente saiu correndo. A senhora desmaiou e quando se recobrou, esperou Nasrudin que retornava lentamente.

"Eu lhe pedi para assustar o garoto, não a mim!"

"Cara  senhora, viu como eu mesmo me assustei? Quando o perigo ameaça, ameaça a todos por igual."

Postagens mais visitadas deste blog

O Cavalo Mágico

O ELEMENTO INESPERADO

O Mestre da Opção