quinta-feira, 18 de novembro de 2010

SEU TESTAMENTO

Chegou o tempo em que Nasrudin redigiu o seu testamento. Ele simplesmente escreveu:

"Não tenho nada. Permitam que seja dividido igualmente entre os membros de minha família. O que restar deverá ser dado aos pobres!"


O HOMEM CUJA HISTÓRIA ERA INESPLICÁVEL

Era uma vez um homem chamado Mojud. Ele vivia numa cidade onde havia conseguido um emprego como pequeno funcionário público, e tudo levava...