Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Feliz 20!!

Imagem

FÁTIMA A FIANDEIRA

Numa cidade do mais longínquo Ocidente vivia uma jovem chamada Fátima, filha de um próspero fiandeiro. Um dia o pai lhe disse: — Filha, nós faremos uma viagem, pois tenho negócios a resolver nas ilhas do Mediterrâneo. Talvez você encontre por lá um jovem atraente, de boa posição, com quem possa então se casar. Iniciaram assim sua viagem, indo de ilha em ilha; o pai cuidando de seus negócios, Fátima sonhando com o homem que poderia vir a ser seu marido. Mas um dia, quando se dirigiam a Creta, armou-se uma tempestade e o barco naufragou. Semi-inconsciente, Fátima foi arrastada pelas ondas até uma praia perto de Alexandria. Seu pai estava morto, e ela ficou inteiramente desamparada. Podia recordar-se apenas vagamente de sua vida até aquele momento, pois a experiência do naufrágio e o fato de ter ficado exposta às inclemências do mar a tinham deixado completamente exausta e aturdida. Enquanto vagava pela praia, uma família de tecelões a encontrou. Embora fossem pobres, levaram-na para sua hum…

A LENDA DAS AREIAS

Vindo desde as suas origens em distantes montanhas, após passar por inúmeros acidentes de terrenos nas regiões campestres, um rio finalmente alcançou as areias do deserto. E do mesmo modo como vencera as outras barreiras, o rio tentou atravessar esta de agora, mas se deu conta de que suas águas mal tocavam a areia nela desapareciam.

Estava convicto, no entanto, de que fazia parte do seu destino cruzar aquele deserto, embora não visse como fazê-lo. Então uma voz misteriosa, saída do próprio deserto, sussurrou:

"O vento cruza as areias do deserto, o mesmo pode fazer o rio."

O rio objetou estar se arremessando contra as areias, sendo assim absorvido, enquanto que o vento podia voar, conseguindo dessa maneira atravessar o deserto.

"Arrojando-se com violência como vem fazendo não conseguirá cruzá-lo. Assim desaparecerá ou se transformará num pântano. Deve permitir que o vento o conduza a seu destino."

"Mas como isso pode acontecer?"

"Consentindo em ser absorvid…

O ELEMENTO INESPERADO

Já altas horas da madrugada, dois bêbados começaram uma discussão bem debaixo da janela de Nasrudin, que acordou, enrolou-se em seu único cobertore saiu para tentar acabar com a gritaria. 
Mal começou a sua tentativa de apaziguar os ânimos, um dos bêbados arrancou-lhe o cobertor e os dois saíram correndo.
“Sobre o que discutiam?”, perguntou a sua mulher logo que Nasrudin voltou.
“Devia ser a respeito do cobertor. Assim que o conseguiram, a briga terminou”. 

POR QUE ESTAMOS JUNTOS?

“Todos os grandes mestres dizem que o tesouro espiritual é um descobrimento solitário, então,  por que estamos juntos”, perguntou um dos discípulos ao Mullá Nasrudin.
“Vocês estão juntos porque um bosque sempre é mais forte que uma árvore solitária, o bosque mantém a umidade do ar, resiste melhor a um furação e ajuda para que o solo seja fértil”.
“Porém, o que faz uma árvore forte são as suas raízes e a raiz de uma planta não pode ajudar outra planta crescer”, disse outro discípulo.
Estar juntos num mesmo propósito é deixar que cada um cresça a sua maneira; este é o caminho dos que desejam comungar com Deus.