Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

O Ermitão

Durante o reinado do rei Mabdar viveu na Babilônia um jovem chamado Zadig. Era formoso, rico e naturalmente de bom coração. No momento em que esta história começa, ele estava viajando a pé para ver o mundo e aprender filosofia e sabedoria. Mas até esse momento tinha encontrado tanta miséria e suportado tantos e terríveis desastres que estava tentado a rebelar-se contra a vontade do céu e acreditar que a Providência, que rege o mundo, desdenhava o Bem e permitia que o Mal prosperasse. Neste triste estado de espírito estava ele caminhando um dia às margens do Eufrates. Por casualidade, encontrou um venerável ermitão cuja barba, branca como a neve, descia até a cintura. Em sua mão o ancião levava um rolo de pergaminho que lia com atenção. Zadig parou e fez-lhe uma reverência. O ermitão devolveu-lhe a saudação com um ar tão bondoso e tão nobre que Zadig sentiu curiosidade de falar com ele. Perguntou-lhe então o que ele estava lendo: “É o Livro do Destino”, Disse o ermitão. “Você gostaria de…

Oração da Luz

Ó Deus, dai-me Luz em meu coração
e Luz em meu túmulo.
Luz quando escuto e Luz quando estou vendo,
Luz na minha pele,
Luz no meu cabelo,
Luz na minha carne e Luz nos meus ossos,
Luz diante de mim; Luz detrás de mim,
Luz à minha direita; Luz à minha esquerda
Luz acima de mim, Luz debaixo de mim.
Ó Deus, fazei crescer munha luz
e dai-me a grande Luz do todo.
Ó Tu, Misericordioso, dai-me Luz.
Ó Tu o Mais Compassivo.
Ó, Cheio de Graça.